Milhões de animais correm risco de incêndio, alertam especialistas, que começou no Brasil

Ambientalistas alertam que milhões de animais silvestres podem ser mortos ou feridos em um incêndio que começa no Brasil para limpar terras.

Rotas de resgate estão sendo criadas para incêndios em animais selvagens, desde onças e dabirs até pássaros.

Mas este é apenas o começo. Os trabalhadores afirmam já ter visto pernas queimadas, fogos de macacos carbonizados e incêndios de onças e outros pés queimados, desidratação ou fome, falta de comida ou água.

Muitos dos incêndios que estão destruindo habitats nos hotspots de biodiversidade do Brasil estão sendo deliberadamente iniciados para destruir terras a fim de cultivar plantações para alimentar os animais criados em todo o mundo.

O World Wildlife Fund (WAP) diz que terras na maior área úmida do mundo, o Pantanal, estão sendo destruídas e queimadas.

Estima-se que 65 milhões de vertebrados nativos foram mortos ou feridos em um incêndio em Bandan no ano passado, que também se espalhou pela Bolívia e Paraguai.

Com o início da temporada de incêndios neste ano, já foram registrados 138.948 acidentes de incêndio no Brasil. De acordo com Organização Nacional de Pesquisas Espaciais do país.

Junto com o ecossistema regional e resgatadores locais, a instituição de caridade animal constrói corredores de fuga em meio a chamas e áreas de fumaça, além de fornecer água e nutrição para a vida selvagem.

Equipes de resgate dizem que os animais serão capturados e tratados quando necessário.

O Greenpeace, que afirma que os incêndios no Brasil estão piorando a cada ano, tem feito campanha contra o desmatamento na Amazônia brasileira, no Cerrado e nas áreas úmidas vizinhas de Bantanal.

Os defensores de seu caso têm trabalhado para tornar a transcrição real desta declaração disponível online.

READ  Os melhores 30 Truss Hair Products para você

Não podemos mais ignorar a ligação entre a agricultura industrial e o comportamento irresponsável das grandes corporações que causam esta catástrofe.

Jono Almeida

João Almeida, Diretor Gerente da World Animal Welfare Brazil, disse: “O Cerrado é considerado um dos maiores hotspots de biodiversidade do mundo, e o Pantanal é a maior área úmida tropical do mundo e Patrimônio Mundial.

“Observar os danos ao meio ambiente e à vida selvagem causados ​​por esses incêndios é devastador.

Vimos animais como macacos e onças sendo completamente carbonatados com pernas queimadas, outros queimados pelos pés, desidratados ou morrendo de fome.

“Não podemos mais ignorar a ligação entre a agricultura industrial e o comportamento irresponsável das grandes empresas que estão causando esta catástrofe”.

No estado de Goaz, no centro do Brasil, pelo menos 44.480 acres de vegetação foram extintos neste mês, ameaçando um parque nacional agora habitado por espécies raras, como onças e lobos humanos.

Leticia Larcher, uma bióloga local que trabalha com a WAP, disse: “No ano passado, 90% da área total que trabalhamos para proteger foi queimada, com uma estimativa de 17 milhões de animais mortos.

A instituição exige a proibição da construção de novas fazendas industriais.

O embaixador do Brasil no Brasil, Fred Aruda, diz que a lei ambiental do país é “a mais severa do mundo” e que 80 por cento de todas as propriedades privadas na Amazônia devem ser mantidas com florestas ou outros insetos. Os agricultores brasileiros seguem essas regras rígidas às suas próprias custas, disse ele.

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply


Copyright © prefeituraconcursos.com.br.
prefeituraconcursos.com.br is a participant in the Amazon Services LLC Associates Program, an affiliate advertising program designed to provide a means for sites to earn advertising fees by advertising and linking to Amazon.com.br. Amazon, the Amazon logo, AmazonSupply, and the AmazonSupply logo are trademarks of Amazon.com, Inc. or its affiliates.
….
Prefeitura Concursos