Navio-sonda Valaris inicia novo capítulo no Brasil

A empreiteira de perfuração offshore Valaris revelou que um de seus navios-sonda iniciou sua nova missão offshore no Brasil com a gigante estatal do país, a Petrobras.

Em outubro de 2021, a Valaris ganhou um acordo para o navio-sonda empilhado Valaris DS-4 com a Petrobras para operações offshore no Brasil. O contrato tinha prazo mínimo de 548 dias.

Na época, o Valaris DS-4 a sonda estava empilhada para preservação no Reino Unido e precisava ser reativada antes de ser mobilizada para o Brasil antes da data prevista de início do contrato, prevista para junho de 2022. Para isso, o navio-sonda deveria transitar para as Ilhas Canárias, onde seria reativado para que possa zarpar para o Brasil.

Alguns meses depois, a Valaris compartilhou uma atualização em vídeo, detalhando seu progresso na reativação de quatro plataformas empilhadas antes de seu retorno ao mercado. Uma dessas sondas foi o navio-sonda DS-4, construído em 2010, que já havia partido de Las Palmas, nas Ilhas Canárias, onde foi reativado para sua próxima missão com a Petrobras. O contrato deve durar até dezembro de 2023.

Em uma atualização na semana passada, a Valaris confirmou que o navio-sonda Valaris DS-4 conseguiu iniciar seu novo capítulo no Brasil depois de ser aceito pela Petrobras em 9 de julho de 2022. O navio-sonda começou a trabalhar no navio operado pela Petrobras BM-S-11 campo e o operações de perfuração estão atualmente em andamento.

Gustavo HassanGerente de Operações da Valaris, comentou: “O Valaris DS-4 foi aceito pela Petrobras em 9 de julho e atualmente está perfurando o campo BM-S-11. Este marco foi alcançado graças ao enorme esforço e dedicação de diferentes equipes; a equipe do Valaris DS-4 e a Capital Projects entregaram uma reativação segura, enquanto a equipe do escritório no Brasil apoiou a conclusão de todos os requisitos locais; parabens a todos os envolvidos.”

O campo BM-S-11 é uma das quatro concessões – BM-Seal-4, BM-Seal-11, BM-Seal-4A e BM-SEAL-10 – localizadas em águas profundas no Bacia de Sergipe-Alagoas e a Petrobras optou por manter a totalidade da participação nessas concessões em maio de 2022, encerrando o processo de desinvestimento para venda parcial desses ativos.

A gigante brasileira tem uma participação de 60 por cento na concessão BM-S-11, enquanto seu parceiro, IBV Brasil Petróleo, detém os 40 por cento restantes.

Em relação ao navio-sonda DS-4, vale lembrar que ele passou por um incidente em que a sonda se soltou das amarras em fevereiro do ano passado em um porto da Escócia.

Quando se trata das atividades mais recentes da Valaris, vale a pena notar que a empreiteira de perfuração offshore garantiu vários novos empregos para suas plataformas offshore até agora este ano. Em vez disso, a Offshore Energy informou em abril de 2022 que várias plataformas da Valaris estavam embarcando em suas novas missões no Golfo do México, Mauritânia e Brasil.

Em outras notícias relacionadas à Valaris, o proprietário da plataforma recebeu recentemente um aviso de rescisão do contrato de perfuração envolvendo um navio-sonda, que deveria trabalhar para a Equinor no Golfo do México dos EUA.

READ  Seleção indiana de futebol feminino, que conta com 4 nações participantes, já está no Brasil

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

PREFEITURACONCURSOS.COM.BR PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
Prefeitura Concursos