Sem Neymar, Brasil Venezuela-Sports News testa suas preferências em relação ao primeiro post

Esta seleção indica que a liderança do Brasil nas eliminatórias sul-americanas facilita para Titus experimentar novos jogadores e organizações.

Neymar marcou 68 gols pelo Brasil. A.P.

Sa Palo: A ausência do craque Neymar ou do meio-campista Casimiro para testar o técnico brasileiro Tide em sua escalação para as eliminatórias para a Copa do Mundo na Venezuela, quinta-feira.

Neymar está cumprindo suspensão depois de levar dois cartões amarelos no jogo do Brasil contra o Peru, no mês passado, e Casimiro sofreu uma infecção dentária.

A começar pela seleção estão Alison, Danilo, Markinhos, Diego Silva, Gilhem Arana, Fabinho, Gerson, Everton Ribeiro, Lucas Bacuda, Gabriel Jesus e Gabriel Barbosa.

Uma vitória em Caracas daria ao Brasil 27 pontos em nove partidas. O técnico brasileiro raramente confirma a escalação inicial antes dos jogos, mas abriu a exceção na terça-feira.

Esta seleção indica que a liderança do Brasil nas eliminatórias sul-americanas facilita para Titus experimentar novos jogadores e organizações.

“Nossa campanha nos permite abrir oportunidades. Não é possível na campanha para a Copa do Mundo 2018”, disse Tide em entrevista coletiva. “Tentamos desenvolver e desenvolver jogadores com personalidades diferentes. Por exemplo, Jerson é diferente de Fred. É sobre como vocês ficam juntos.”

Fred tinha uma forte parceria defensiva com Casemiro. Jerson, que vai jogar box-to-box, pode ser testado nas próximas três partidas do Brasil contra Venezuela, Colômbia e Uruguai.

“O equilíbrio é importante”, disse Tide, acrescentando que gostaria de testar jogadores com mais de uma função. “Com Arana na esquerda, temos duas opções: ou ele vai ser largo ou forte. Se quisermos um quinto jogador na frente, ele dá-nos essa opção.”

Os últimos antecessores de Arana não inspiraram fãs no Brasil. Alex Sandro criticou Renan Lodi por cometer um erro significativo em seu objetivo de dar à Argentina o título da Copa Amrica em julho e por acertar o DNA, uma característica fundamental dos torcedores do Seleno.

READ  Supremo Tribunal Federal suspende caso de terras indígenas, sem nova data marcada | Notícias de direitos nativos

Muito do foco estará em como o Brasil funcionaria sem Neymar.

O Tide Paris usou o atacante do Saint-Germain e Gabriel Jesus na frente, e Pacquiao costuma jogar como ala. Contra a Venezuela, ele estreará com o técnico Gabriel Barbosa, que sempre atuou como alvo do Flamenco.

Isso significaria mais liberdade para o lateral-direito Danilo e principalmente para o lateral-esquerdo Arana, de 24 anos. Muitas vezes, ele avançará em favor do Pocket e do meio-campista Everton Ribeiro.

César Sambayo, um dos assessores de Tito, disse que outro processo há muito aguardado contra a Venezuela será aberto.

“Na (recente) Copa América não podíamos usar o Fabinho. E essa é uma situação com duas grandes referências”, disse Sambayo. “(Casemiro e Fabinho) são jogadores de classe mundial pelo seu desempenho e pelos clubes em que jogam. Desta vez, Casemiro não está disponível.”

A Venezuela se classificou para apenas quatro partidas pelas eliminatórias da Copa do Mundo, com pedidos de seus clubes para não viajarem para a América do Sul, pois muitos jogadores estão ausentes. COVID-19 Ética.

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply


Copyright © prefeituraconcursos.com.br.
prefeituraconcursos.com.br is a participant in the Amazon Services LLC Associates Program, an affiliate advertising program designed to provide a means for sites to earn advertising fees by advertising and linking to Amazon.com.br. Amazon, the Amazon logo, AmazonSupply, and the AmazonSupply logo are trademarks of Amazon.com, Inc. or its affiliates.
….
Prefeitura Concursos